Search

Agente de mudança, quem é esse?

#idade_6a10

Uma das tarefas mais importantes que temos como seres humanos é deixar este mundo melhor do que o encontrámos. É importante capacitar as crianças desde tenra idade a fazerem boas ações e dar-lhes a sensação de que podem mudar o mundo para melhor. O objetivo desta reunião é fazer com que os participantes se interessem em mudar o mundo e explicar-lhes as definições básicas relativas ao tópico, sobretudo o termo “agente de mudança”.

#EducaçãoGlobal #HabilidadesChangemaker



Principais objetivos:

  • Conhecer o termo "agente de mudança" e o objetivo das ações de mudança


Durante o workshop, os participantes irão:

  • Ter uma melhor compreensão de muitos países do mundo.

  • Ficar interessados em mudar o mundo.

  • Tentar analisar a palavra "mudar".

  • Conhecer exemplos de agentes de mudança.

  • Tentar definir que recursos e habilidades os agentes de mudança precisam.

  • Procurar inspiração para realizar as suas próprias ações.



1. Aprender história.


Leia em voz alta a carta que os participantes receberam dos viajantes:


Oi!


Somos a Anna e o Andrea, uma rapariga polaca e um italiano. Estamos a viajar juntos pelo mundo, visitando diferentes continentes e países, geralmente muito diferentes dos nossos. Admiramos belos monumentos, passamos tempo na natureza, na selva e perto do mar, mas, acima de tudo, conhecemos pessoas, adultos e crianças. A vida deles é muito diferente da vida que conhecemos na Europa.


Com prazer e curiosidade, conhecemos habitantes de vários países, conversamos com eles, tentamos entender como é a sua vida quotidiana - onde eles vivem, o que comem, o que aprendem. Realmente gostamos de viajar, embora, quanto mais tempo estamos a caminho, mais nitidamente vemos que no mundo há muitas coisas que precisam ser mudadas. Muitas crianças não têm um lugar adequado para ficar à noite, não podem ir à escola e os adultos geralmente ficam tristes e solitários. Além do mais, também a natureza está em perigo, há muito lixo e poluição!


Felizmente, encontramos pessoas maravilhosas que querem fazer algo para resolver estes problemas. Nós chamamo-los agentes de mudança. E eles estão por toda a parte. Eles não mudam o mundo inteiro de uma só vez, eles começam pelo ambiente mais próximo - e isso é importante. Os agentes ​​de mudança são tão interessantes que decidimos partilhar as suas histórias com outras pessoas. Queremos partilhar algumas dessas histórias contigo também. Mas primeiro vocês precisam de entender bem o que é um agente de mudança e depois decidir juntos se desejam tornar-se um deles. Nós vamos cruzar os dedos e esperar que vocês decidam ouvir as nossas histórias e mudar o mundo connosco!


Anna e Andrea


Podes ler sobre a jornada da Anna e do Andrea no site: exchangegetheworld.info.


Anna e Andrea em sua jornada pelo mundo à procura de Changemakers, com quem trabalham lado a lado, observando sua vida e escrevendo suas histórias.


2. Jogos


Durante a reunião, conheceremos agentes de mudança de todo o mundo. Vamos ver o que realmente sabemos sobre o próprio mundo. Os participantes conhecem os continentes? Peça-lhes para mostrar continentes no mapa. Adicione ou corrija algo, se necessário.

Coloque nas paredes, a certa distância uns dos outros, papeis com os nomes de alguns continentes: África, Ásia, Europa, América do Sul, América do Norte e Oceania. Podes também marcar (por exemplo, com uma corda) que parte da parede pertence a que continente.


Em seguida, nomeia um país, por exemplo, França. A tarefa dos participantes é tocar o mais rápido possível a parte da parede com o nome do continente ao qual França pertence. Repete algumas vezes, dando nomes de países pertencentes a diferentes continentes. A seguir, volta ao mapa-múndi. Pergunta aos participantes quantos países existem no mundo. Quantos deles em cada continente? Deixa os participantes adivinharem e depois dá as respostas certas (Europa - 47, Ásia - 48, Austrália e Oceania - 14, África - 54, América do Sul - 12, América do Norte - 23, segundo a ONU).



3. Pesquisa


Os participantes já sabem como é o mundo. Vamos ver juntos o que a palavra "mudar" significa. Os participantes em pequenas equipas de 4-6 pessoas fazem uma pesquisa. A sua tarefa é perguntar a diferentes pessoas - transeuntes, trabalhadores de lojas próximas etc. - o que significa "mudar". Como podemos defini-lo?


Atenção! Os participantes só podem sair lá fora com uma pessoa adulta.


Resume a pesquisa. Compara as respostas que os diferentes grupos obtiveram. O que aprenderam sobre a mudança? Falem brevemente sobre a reação das pessoas. Presta atenção especial às crianças que considerarem uma resposta desagradável ou surpreendente. Por que é que isso aconteceu? Por que é que algumas pessoas reagem à mudança com raiva, medo ou tristeza? Pede aos participantes que pensem nas mudanças que aconteceram nas suas vidas, por exemplo, o primeiro dia de escola. É fácil mudar? Provavelmente nem sempre, mas pode trazer muitas coisas boas, se for devidamente preparada.



4. Discussão


Os participantes já sabem o que significa a palavra "mudança". Mas o que significa “agente de mudança"? Pede-lhes que tentem adivinhar o significado dessa palavra. O que um agente de mudança faz? Resume e acrescenta, se necessário, que o agente de mudança é uma pessoa que faz algo de bom à sociedade ou ao meio ambiente (natureza). Ela ou ele não precisa de mudar o mundo inteiro que - como os participantes já sabem - é realmente enorme, basta que faça algo nos arredores mais próximos, no seu país, cidade, distrito, escola ou família. Nomeia algumas pessoas que podem ser chamadas de agentes de mudança. Podes inspirar-te nas histórias deste livro (páginas 69-110) ou partilhar histórias de pessoas da tua comunidade (um vizinho que ajudou a criar uma área de recreação no seu distrito; uma pessoa que organizou uma equipa de apoio para construir uma estrada juntos; um voluntário que está a ajudar um abrigo de animais). Incentiva os participantes a procurarem os seus próprios exemplos.



5. Jogos


Divide os participantes em equipas pequenas de 4-6 pessoas. Para cada equipa, prepara dois conjuntos de papeis de cores diferentes, num conjunto escreve os nomes das habilidades dos agentes de mudança e, no outro, apresenta as respetivas definições. Esconde ou espalha os papeis na sala. A tarefa das equipas é encontrar os papeis e combiná-los (ou seja, habilidade - respetiva explicação), por exemplo:


empatia - pode entender o que as outras pessoas sentem

responsabilidade - realiza as tarefas que se comprometeu a executar

criatividade - tem ideias para resolver problemas diferentes

colaboração - pode trabalhar com outras pessoas, agir em grupo

atenção plena - ouve os outros e observa o que está a acontecer à volta

perseverança - continua, não desiste


No final do exercício, fala dos viajantes dos quais os participantes receberam a carta. Explica que Anna e Andrea, conversando com pessoas que mudam o mundo para melhor, perguntam o que é necessário para ser um bom agente de mudança. Muitas vezes, as habilidades são aquelas que nós vimos no exercício. Entendem agora o que cada uma delas significa? Aprofundaremos um pouco mais algumas delas nas próximas reuniões.



6. Obra de arte


Os participantes criam retratos de agentes de mudança, tentando descrever as habilidades discutidas no exercício anterior. Eles podem escolher qualquer técnica que quiserem, por exemplo, lápis de cera, marcadores ou colagem de jornais antigos. Ao mostrar as obras de arte, cita novamente as habilidades apresentadas nos retratos.



7. Resumir


Os participantes, um por um, falam sobre o trabalho que os agentes de mudança fazem. Dirige a discussão de maneira a que eles entendam que também as crianças podem ser transformadoras, ou seja, agentes de mudança. Pergunta-lhes se eles querem mudar o mundo à sua volta. Decidam em conjunto se desejam continuar a jornada com a Anna e o Andrea e conhecer as próximas histórias de agentes de mudança. Concorda também que a partir de agora os participantes observarão o mundo à sua volta e procurarão coisas que possam mudar para melhor.



8. Dever de casa


Todos os participantes, na escola ou em casa, devem fazer pelo menos uma boa ação. Certifica-te de que os participantes saibam o que pode ser (por exemplo, fazer compras para um vizinho idoso, ajudar um colega da turma a fazer o trabalho de casa, preparar com os pais um presente de Natal para uma família carente).



9. Finalização da reunião


Os participantes aprendem um canto que usarão no início e no final de todas as reuniões sobre agentes de mudança:

Juntos mudamos o mundo

Assim melhoramos tudo

Às pessoas, animais, natureza

Levamos esta nossa surpresa



Tarefas adicionais para o grupo:

  • Prepara uma coleção de histórias de agentes de mudança que operem na nossa cidade / vila. Pode ser um ótimo presente para um amigo da tua equipa. Ou talvez possas fazer um álbum de crianças - agentes de mudança?


Você encontrou algum erro no texto? Você gostaria de apoiar-nos na tradução dos "Cenários" e das "Estórias" para diferentes idiomas? Contate-nos agora mesmo! Nós estamos constantemente procurando pessoas para nos ajudar com outros idiomas. Vamos juntos tornar os materiais dos Changemakers disponíveis para mais pessoas! --> hello@exchangetheworld.info


Mais estórias dos Changemaker: exchangetheworld.info